Home / Cariri / Volta da TAM à Juazeiro poderá evitar “colapso” no Orlando Bezerra de Menezes

Volta da TAM à Juazeiro poderá evitar “colapso” no Orlando Bezerra de Menezes

20/04/2019 às 20:02:12

Após ter sido incluso no pacote de terminais concedidos à uma empresa espanhola que deverá operar em Juazeiro pelas próximas décadas, o Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes volta ao centro do debate econômico no Cariri após o eminente fim das atividades da Avianca na região.

Membros da Infraero cravam que a diminuição do movimento poderá superar os 60%, o que é alarmante. Durante toda esta semana a Avianca deu uma série de indícios de que a crise na empresa mais cedo ou mais tarde atingiria o Cariri, e aconteceu.

Após cancelar mais de 30 voos em Fortaleza, a Avianca não fará mais a ponte aérea entre Juazeiro do Norte e a capital cearense – isso depois de ter encerrado o trecho entre o Orlando Bezerra e Brasília -, eram dois voos diários até a metade de março.

Há, no entanto, um aparente esforço do governo do estado em conjunto com líderes políticos de esfera municipal para que os prejuízos sejam sanados. Em entrevista ao programa Supertempo, da Rádio Tempo FM, o Secretário de Turismo Arialdo Pinho afirmou que há tratativas com a Latam para que volte a operar no terminal.

Ainda chamada “TAM”, a companhia poderá voltar a oferecer serviços em Juazeiro após o fim das atividades em 2016. Na época, a empresa operava na cidade há cerca de um ano, mas anunciou a saída da região mencionando o contexto “macroeconômico brasileiro”.

Ainda em operação no aeroporto de Juazeiro, a Gol é outra empresa que deverá dividir os lotes de trechos provenientes da Avianca. Há, no entanto, um certo imbróglio que envolve os interesses da Azul Linhas Aéreas, terceira companhia presente no terminal e que, em tese, também poderia reivindicar parte na divisão.

Números

De acordo com a Infraero, o Orlando Bezerra encerrou 2018 com crescimento histórico na movimentação de passageiros. Foram 563.548 embarques e desembarques ante 542.280 no ano de 2017, representando alta de 3,92%.

Em 2013, o terminal recebeu 387.990 passageiros, enquanto que no ano seguinte o número subiu para 415.836. Em 2015 foram cerca de 444.388 viajantes e em 2016 foram registrados 534.712 embarques e desembarques.

Na alta estação de 2018, o aeroporto chegou a registrar até dezoito operações de pousos e decolagens comerciais regulares por dia, nove voos diários.

Por Felipe Azevedo/Agência Miséria
Miséria.com.br

Compartilhar

Veja Também

Aeroporto de Juazeiro terá mais 4 voos por semana para Fortaleza a partir de junho

06/05/2019 às 22:17:01 Mais quatro voos por semana para Fortaleza, com saída do Aeroporto de ...