Home / Cariri / Romeiros viajam a pé durante 15 dias até Juazeiro do Norte e encontram igrejas fechadas

Romeiros viajam a pé durante 15 dias até Juazeiro do Norte e encontram igrejas fechadas

21/03/2020 às 14:11:26

Um grupo de 38 romeiros alagoanos viajou a pé até Juazeiro do Norte, no Sul do Ceará, para participar dos festejos de 176 anos de nascimento do Padre Cícero. Após 15 dias de caminhada, 540 quilômetros percorridos, iniciada no município de União dos Palmares, os devotos encontraram as igrejas de portas fechadas e não puderam pagar suas promessas. A medida é uma prevenção para conter os casos de Covid-19. Juazeiro do Norte tem um caso de coronavírus confirmado pela prefeitura municipal.

O Ceará já registra caso de transmissão comunitária do novo coronavírus, de acordo informação do secretário da Saúde do Ceará, Carlos Roberto Martins, divulgada na tarde desta sexta-feira (20), durante uma transmissão ao vivo na internet. O total de casos da Covid-19 no estado aumentou para 55.

“Um impacto muito grande”, resume o romeiro Diogo da Silva Santos, que pagaria sua promessa no Horto, onde está erguida a estátua do Padre Cícero, mas foi impedido. Apesar de lamentar, o devoto acredita que cumpriu sua missão. “O meu ‘padrinho Ciço’ sabe das nossas dificuldades”, acredita.

Romeiro foi até Juazeiro do Norte, carregando um tijolo, para pagar promessa feita a Padre Cícero. Igrejas estão fechadas — Foto: Toni Sousa/SVM

                                                                             Foto: Toni Sousa/SVM

Ano passado, Diogo pediu ao Padre Cícero para ter uma casa própria para sua família. Este ano, conseguiu construir o imóvel. Como graça alcançada, carregou um tijolo por 540 quilômetros para depositar no município cearense. “Por isso, vim pagar minha promessa”, justifica. O grupo volta hoje à noite, em um carro de apoio.

Os romeiros partiram de União dos Palmares no dia 5 de março. Na época, havia apenas um caso do novo coronavírus confirmado na região Nordeste, na Bahia. Enquanto no restante do país, eram apenas 16.

Na medida que caminhavam em direção a Juazeiro do Norte, os romeiros foram tomando conhecimento do aumento de casos e das medidas de contingência. “Mas só tivemos noção da proporção que está de ontem para hoje. Como já estávamos no caminho, resolvemos ir até o fim”, admite Diogo. Para evitar se aglomerarem, o grupo se dividiu em quatro a cinco pessoas e foram chegando aos poucos na terra do Padre Cícero.

Proibição
Nesta quinta-feira (19), a Diocese de Crato anunciou o cancelamento da tradicional Missa de Morte do Padre Cícero, que acontece todo dia 20 de cada mês. Além disso, suspendeu todos os atos litúrgicos, como novenas, festas de padroeiros, procissões, vias-sacras, terço da misericórdia.

Outros equipamentos alvos de visitação em Juazeiro do Norte, como o Casarão do Padre Cícero (Museu Vivo), no Horto, a Casa Padre Cícero, na Rua São José, e o Memorial Monsenhor Murilo, na Basílica Santuário Nossa Senhora das Dores, estão fechados.

A pandemia do novo coronavírus também cancelou a programação da Semana Padre Cícero, que aconteceria entre 20 a 24 de março, como também toda festividade do dia 24 de março, quando o sacerdote completa 176 anos de nascimento.

Em Juazeiro do Norte, ontem (19), o prefeito Arnon Bezerra confirmou o primeiro caso de Covid-19 no município. Se trata de uma mulher de 63 anos que chegou de São Paulo, há dez dias, e está internada no Hospital Regional do Cariri (HRC).

G1

Compartilhar

Veja Também

Cariri tem 105 casos suspeitos do novo coronavírus

03/04/2020 às 11:29:43 A Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa) divulgou uma nova plataforma chamada ...