O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), se reuniu nesta quinta-feira com o ministro do Planejamento Dyogo Oliveira. Na pauta do encontro, a conjuntura econômica do país e as modificações no Orçamento de 2018.

“Ele veio dizer que na próxima semana, encaminharia o orçamento para essa Casa e, ao encaminhar, ele gostaria de fazer uma reunião com os líderes partidários para explicar o conteúdo do que vem no texto.

Eu ainda não discuti detalhes, não sei o que vem no orçamento, de que forma vem, mas ele se propôs a fazer esta audiência com os líderes partidários para mostrar como foi construído o orçamento do próximo ano”, explicou Eunício.

O ministro afirmou que encaminhará as alterações até o final da próxima semana.

“O presidente perguntou sobre o prazo do envio da peça complementar do orçamento e eu falei que nós estamos preparando tudo para enviar isso no final da próxima semana até para que a CMO (Comissão Mista de Orçamento) tenha os prazos necessários para a aprovação dos relatórios e todo o procedimento de preparação do orçamento”, disse Dyogo Oliveira.

O envio é necessário para ajustar as despesas do governo à nova meta fiscal, que permite déficit de até R$ 159 bilhões no ano que vem.

Questionado se acredita na aprovação da medida, Dyogo disse estar confiante.

“Eu sou sempre muito cuidadoso ao falar de processo legislativo, mas tenho muita confiança de que o Congresso vai atender aos nossos pedidos e avançar com nossas propostas”, afirmou Dyogo.

Economia

No encontro, Eunício e Dyogo Oliveira também falaram sobre a situação da economia do país.

“O presidente Eunício é sempre antenado com a pauta econômica. Nós falamos sobre o processo de recuperação, os dados de vários setores que estão se recuperando muito bem. A indústria automotiva, em particular, teve um crescimento de mais de 25%. Também falamos sobre a tendência de convergência da inflação para níveis muito baixos”, explicou o ministro.

Dyogo Oliveira também agradeceu a aprovação de várias matérias importantes para a recuperação da economia.

“Agradeci ao senador pela aprovação de várias matérias da pauta econômica como a Taxa de Longo Prazo (TLP) e o Programa Especial de Regularização Tributária (Refis)”, disse Dyogo Oliveira.