Home / Esportes / MP-CE recomenda suspensão de jogos de times cearenses caso motim da PM continue

MP-CE recomenda suspensão de jogos de times cearenses caso motim da PM continue

20/02/2020 às 21:31:17

O Ministério Público do Ceará lançou uma recomendação nesta quinta-feira (20) para que as partidas na Arena Castelão marcadas para os dias 22, 26 e 29 de fevereiro sejam remarcadas devido à paralisação da Polícia Militar do Estado. No caso, os jogos seriam entre Ceará x Caucaia (Campeonato Cearense), Ceará x Botafogo/PB (Copa do Nordeste) e Fortaleza x Independiente (Copa Sul-Americana). O aviso é direcionado à Secretaria de Esportes e Juventude do Estado do Ceará (Sejuv), à Federação Cearense de Futebol (FCF)e à Arena Castelão.

Os representantes de Ceará e de Fortaleza foram chamadas para uma reunião no MP-CE para tratar sobre a situação.

Neste sábado (22), o estádio Presidente Vargas recebe, pelo Cearense, Atlético/CE x Barbalha, às 16h. Porém, a nota não contempla o confronto.

Procurados pela reportagem, o presidente do Fortaleza, Marcelo Paz, afirmou que não vê sentido nas medidas recomendadas. Por outro lado, o presidente do Ceará, Robinson de Castro, preferiu não se pronunciar sobre o assunto no momento.

Em nota, o Tricolor do Pici se pronunciou sobre o confronto de volta da Sul-Americana, confiando na permanência da partida para o mesmo dia e horário. Confira abaixo:

“O Fortaleza Esporte Clube segue firme e forte focado na realização do Jogo 2 da primeira fase da Copa Sul-americana contra o Independiente, na Arena Castelão, em 27/02, às 21h30, conforme determinado pela Conmebol.

Temos plena confiança nos valorosos homens que integram a centenária PMCE, bem como, a firme convicção na plena capacidade do Governo do Estado do Ceará, através da Secretária de Segurança Pública, de dar ao desportiva cearense a segurança necessária para ir, permanecer e vir da Arena Castelão, na normalidade de sempre.”

FCF altera local de dois jogos

A Federação divulgou mudanças em duas partidas do estadual deste ano. Antes na Arena Castelão, Ceará x Guarany de Sobral, às 16h do dia 29/02 (sábado) e Fortaleza x Barbalha, às 16h do dia 01/03 (sábado), serão disputados no Presidente Vargas. Na nota do MP, porém, o requerimento era pela alteração das datas devido ao intervalo mínimo de, pelo menos, 24 horas entre partidas para manutenção do gramado do estádio.

Sejuv acompanha recomendações

A Secretaria de Esportes e Juventude respondeu à reportagem sua decisão de apoiar as medidas sugeridas pelo MP. Confira a nota abaixo:

“A Secretaria do Esporte e Juventude (Sejuv), após reuniões com os Clubes, Federação Cearense de Futebol e Ministério Público do Ceará (MPCE) para alinhar a execução dos jogos dos atuais campeonatos, que visa a melhor utilização do equipamento no que tange à segurança e sua conservação, informa que irá acompanhar as recomendações do MP, por meio do Núcleo do Desporto e Defesa do Torcedor (Nudtor)”

Confira a íntegra da nota do MP-CE

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio do Núcleo do Desporto e Defesa do Torcedor (Nudtor), recomendou, nesta quinta-feira (20/02), que a sequência dos jogos dos dias 22, 26 e 27 de fevereiro na Arena Castelão seja mantida apenas se as manifestações de parte dos policiais militares forem suspensas. O MPCE também requer que as partidas de 29 de fevereiro e 1º de março sejam remarcadas, evitando desgaste no gramado.

A recomendação foi direcionada à Secretaria de Esportes e Juventude do Estado do Ceará, à Federação Cearense de Futebol e à Arena Castelão. O descumprimento do procedimento extrajudicial acarreta multa diária de R$ 10 mil, além das responsabilidades civis, criminais e desportivas.

Em relação à partida Ceará x Caucaia, pelo Campeonato Cearense, em 22 de fevereiro (sábado), o Nudtor recomenda que, em caso de suspensão da manifestação de policiais militares, o jogo seja mantido no Castelão em razão da escassez de tempo para modificação, considerando que o plano de jogo já está elaborado pelo clube mandante.

Já na partida pela Copa do Nordeste entre Ceará e Botafogo (PB), às 16h do dia 26 de fevereiro (quarta-feira), o MPCE requer que seja mantido o evento esportivo na Arena Castelão, desde que as manifestações de parte da Policia Militar sejam suspensas e as atividades estejam normalizadas. Além disso, o clube mandante, ao término da partida, deverá adotar todas as providências necessárias de limpeza e preservação da Arena, deixando-a em totais condições para novo jogo no dia seguinte.

O coordenador do Nudtor, promotor de Justiça Edvando França, explica que como a partida no dia seguinte (27) acontece apenas às 21h30, haverá o tempo mínimo de 24 horas para manutenção do gramado. Em caso de descumprimento, o clube mandante estará sujeito às penas de responsabilização civil e desportiva.

No jogo entre Fortaleza x Independiente pela Copa Sul-Americana, previsto para 27 de fevereiro (quinta-feira), na Arena Castelão, o MPCE recomenda que o jogo seja mantido, também desde que a Polícia Militar volte às atividades normais.

Além disso, o Nudtor requer que sejam remarcadas para novas datas duas partidas do Campeonato Cearense na Arena Castelão: Ceará x Guarany de Sobral, programada para às 16h de 29 de fevereiro (sábado), e Fortaleza x Barbalha, prevista para às 16h de 1º de março (domingo), de forma a obedecer o intervalo mínimo de, pelo menos, 24 horas entre partidas para manutenção do gramado do estádio e o risco iminente de lesões para os atletas em face do pouco tempo de preparação do gramado entre os jogos.

Edvando França ressalta que os jogos não podem se realizar sem a garantia de que os cidadãos que comparecerem ao estádio não serão colocados em risco, obedecendo o artigo 13 do Estatuto do Torcedor (Lei nº 10.671/2003), que estabelece a segurança do torcedor como direito básico

Diário do Nordeste

Foto: Kid Junior

Compartilhar

Veja Também

Jogadores e diretores do Fortaleza abrem mão de parte do salário para conter prejuízos do Covid-19

27/03/2020 às 12:25:34 Jogadores, diretores e executivos remunerados do Fortaleza vão abrir mão de parte ...