segunda-feira , fevereiro 18 2019
Home / Cariri / Juazeiro do Norte é 2º lugar no índice de desenvolvimento econômico do Ceará, segundo Sebrae

Juazeiro do Norte é 2º lugar no índice de desenvolvimento econômico do Ceará, segundo Sebrae

27/01/2019 às 19:26:01

Juazeiro do Norte têm o segundo melhor índice de desenvolvimento econômico do Ceará, segundo pesquisa do Sebrae, ficando atrás apenas da capital Fortaleza. A terra do Padre Cícero tem ainda média superior ao Estado do Ceará, que foi reconhecido como o melhor índice do Nordeste.

A informação é do Índice Sebrae de Desenvolvimento Econômico Local (ISDEL), criado pelo Sebrae de Minas Gerais, que sintetiza indicadores de fontes oficiais relacionados às dimensões de Capital Empreendedor, Tecido Empresarial, Governança para o Desenvolvimento, Organização Produtiva e Inserção Competitiva.

O índice é feito a partir do cruzamento de 30 indicadores de fontes oficiais numa escala que varia de 0 até 1. Quanto maior o resultado do índice, maiores são as condições para o crescimento econômico e social. A média de Juazeiro foi de 0,399, sendo o Ceará com 0,365 e São Paulo com 0,538.

Com esse índice, o Ceará fica na 13ª colocação no ranking nacional, que é liderado por São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Os melhores indicadores locais de Juazeiro do Norte foram a Governança para o Desenvolvimento e o Capital Empreendedor. Para o Secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação, Michel Araújo, o ranking mostra o potencial de Juazeiro do Norte no que tange aos aspectos econômicos e sociais e que as atividades e ações que estamos promovendo na gestão do Prefeito Arnon Bezerra com uma maior aproximação entre os setores público, privado e acadêmico se coloca no nosso território como uma das ferramentas principais na promoção e abertura de novos negócios”.

Para o Presidente da CDL Jovem Juazeiro do Norte, Douglas Feitosa, é intrínseco ao município características empreendedoras e que nesta nova temporalidade ações passam a ser articulada em prol da coletividade não apenas no fomento a abertura de novos empreendimentos como também, consequentemente, na geração de emprego e renda e que leva a população um maior potencial de consumo, uma vez que o ranking traz indicadores de abrangências não apenas econômicas como também sociais.

Por Alana Soares/ Agência Miséria
Miséria.com.br

Compartilhar

Veja Também

Chuva deixa motoristas ilhados em avenida entre Juazeiro do Norte e Barbalha, no Ceará

26/01/2019 às 23:04:33 A chuva da madrugada deste sábado (26) deixou carros ilhados na Avenida Leão ...