Home / Ceará / Governo vai licitar gestão do Castelão para os próximos 20 anos

Governo vai licitar gestão do Castelão para os próximos 20 anos

10/10/2018 às 21:20:47

Os próximos 20 anos da Arena Castelão estão em pauta. Prestes a encerrar o contrato com LuArenas (empresa que atualmente administra a praça esportiva), o Governo do Estado já autorizou início do processo de licitação para uma nova concessão. É o fim de um primeiro contrato iniciado em 2011, que rendeu grandes jogos, shows memoráveis, mas também polêmica e reclamações de usuários.

De acordo com documentos disponibilizados pelo Estado para empresas interessadas e que o Diário do Nordeste teve acesso, o novo modelo de contrato tende a ser vantajoso para o Poder Público e a iniciativa privada. A licitação para a gestão, operação e manutenção da arena multiuso em regime de parceria público-privada (PPP) terá investimento do Estado no valor total de R$ 214,6 milhões em contrato de 20 anos. O valor será pago em prestações mensais de R$ 894 mil, totalizando R$ 10,73 milhões anualmente.

Atualmente, de acordo com o secretário de Esporte do Estado Euler Barbosa, oito empresas, inclusive com atuação em grandes centros como a Europa e que administram grandes arenas, devem participar da licitação. “Já tem quase um ano que estamos trabalhando nisso e queremos um contrato melhor. Preparamos um modelo de contrato que vai ser vantajoso para ambas as partes e principalmente para o futebol cearense”, pontuou o gestor público.

Um estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece) aponta que a administração do equipamento pela iniciativa privada livra o Estado de um gasto estimado em R$ 185,7 milhões com despesas operacionais (em 20 anos).

Perto do fim

O contrato entre Luarenas e Governo do Estado encerra em novembro deste ano. A empresa já demonstrou interesse em continuar gerindo o equipamento. A informação foi confirmada ontem pela assessoria de imprensa da Arena. As empresas que se interessarem pela nova administração estarão responsáveis também pela manutenção do estacionamento coberto, assim como o pátio externo do equipamento, com exceção do Edifício Sede e da Areninha. Poderão negociar o ´Naming Rights´ (nome da Arena) com possíveis patrocinadores e serão avaliados pelo Estado em suas responsabilidades.

Até o fim deste ano, quando se encerra o contrato com a LuArenas, o Estado espera receber a Arena Castelão com tudo em perfeito estado, isso implica no conserto de cerca de 4 mil assentos que não estão disponíveis atualmente aos usuários da praça esportiva.

Diário do Nordeste

 

Compartilhar

Veja Também

Cidades da Região do Cariri do Ceará registram chuvas de até 51 milímetros

18/10/2018 às 21:12:32 Municípios do Cariri voltaram a registrar chuvas no intervalo entre as 7h ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *