Home / Cariri / A Praça Padre Cícero como era em 1940 e suas transformações

A Praça Padre Cícero como era em 1940 e suas transformações

24/03/2019 às 19:38:23

Palco de importantes momentos da história política e de inúmeros causos da vida cotidiana de Juazeiro do Norte, a atual praça Padre Cícero reflete os marcos e as transformações do tempo neste município. Apesar de ter sido oficialmente inaugurada apenas em 1925 sob o nome de Almirante Alexandrino, o logradouro já recebia o nome de “praça da liberdade” em 1911, quando o grito de emancipação ecoou pelo Vale do Cariri.

Anos depois e, antes mesmo de qualquer delimitação física, o espaço entre as pequenas edificações recebe a estátua póstuma do pai fundador, Padre Cícero Romão Batista. Após isso, bancos de madeira, árvores e marcações na terra começaram a definir o que viria a ser um dos principais pontos turísticos de Juazeiro.

Em 2019, quase 80 anos depois da imagem acima (Foto: Bebeto Fotos & Imagens)

A imagem acima, dos Arquivos do site Miséria, data de 1940, onde o desenho entrega as preferências urbanísticas da época. Ruas largas, poucos carros, muitas árvores. E era assim na antiga Rua do Cruzeiro, em Juazeiro do Norte.

Sabemos pelos registros apurados pelo historiador Daniel Walker que, de qualquer arquitetura, apenas a estátua, a Coluna da Hora e os Juazeiros superam as diversas transformações do tempo e as paisagens criadas para a praça.

Quase 80 anos depois, Juazeiro amadurece, cresce e se desenvolve. Tenta-se resgatar um pouco do passado na arquitetura da praça em seus bancos, desenho e piso. A rua, quase engolida, dá passagem para a expansão das calçadas e praças. O desenho urbano e suas transformações.


Por Alana Soares/Agência Miséria
Miséria.com.br

Compartilhar

Veja Também

Parangolé é terceira atração confirmada no Festival Expocrato 2019

15/04/2019 às 19:42:27 O grupo baiano Parangolé é a terceira atração já confirmada para o ...